Ajudando os pacientes a passar pelo coronavírus (COVID-19)

março 18, 2020
coronavírus

Verifique as atualizações mais recentes do Ministério da Saúde aqui.

Prevenção: Dicas rápidas

  • Lave as mãos frequentemente com água e sabão. Ensaboar e esfregar por pelo menos 20 segundos.
  • Limpe seu telefone e outras superfícies de “alto toque” com spray para limpeza doméstica ou toalhetes desinfetantes.
  • Evite contato próximo com qualquer pessoa que esteja ou possa estar doente. Especialistas recomendam 6 pés de espaço pessoal.

Tudo o que você pode querer saber:

O que é o novo coronavírus e é a mesma coisa que o COVID-19?

Os coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O nome vem dos picos em forma de coroa nas superfícies dos vírus (“corona” significa “coroa” em latim). A maioria dos coronavírus infectam apenas animais. Dos sete coronavírus conhecidos por infectar seres humanos, quatro deles são muito comuns e causam apenas doenças leves. Dois deles, MERS e SARS, são graves. O sétimo é o novo coronavírus que atualmente está se espalhando pelo mundo. A doença que causa é chamada COVID-19.

Ainda não sabemos exatamente de onde o coronavírus se originou, mas especialistas suspeitam que ele tenha vindo de morcegos na China. O vírus foi detectado pela primeira vez em humanos há alguns meses na cidade de Wuhan, província de Hubei, China, e desde então se espalhou para diversos países.

Como o coronavírus se espalha?

Enquanto os especialistas ainda estão aprendendo sobre a transmissão do coronavírus, o vírus parece se espalhar principalmente de pessoa para pessoa. Quando alguém que tem o vírus espirra ou tosse, produzem pequenas gotículas respiratórias que podem viajar pelo ar e infectar pessoas em um raio de cerca de um metro e meio. 

Também é possível obter o coronavírus tocando uma superfície ou um objeto com o vírus e, em seguida, tocando seu rosto, embora esse não seja o principal modo de transmissão. Especialistas não sabem ao certo quanto tempo o vírus pode sobreviver na superfície. Estudos sugerem que os coronavírus podem permanecer nas superfícies por apenas algumas horas ou durar até alguns dias, dependendo das condições ambientais.

Quão contagioso é o coronavírus?

O coronavírus parece se espalhar com muita facilidade, com base no número crescente de pessoas que estão contraindo o vírus sem saber como ou onde poderiam ter sido infectadas. Isso é chamado de transmissão comunitária. 

Que sintomas você deve ficar atento?

Os sintomas mais comuns do coronavírus são semelhantes aos de outras infecções respiratórias (como a gripe): febre, tosse e falta de ar. Os sintomas parecem levar entre dois a 14 dias para aparecer, mas as pessoas podem transmitir o vírus antes de exibir os sintomas.

Embora a maioria dos casos relatados de coronavírus pareça leve, alguns pacientes desenvolvem infecções graves. A Organização Mundial da Saúde relatou recentemente uma taxa mundial de mortalidade de 3,4% (superando a estimativa inicial de 2%). Os dados atuais de surtos refletem apenas casos diagnosticados em um grupo relativamente pequeno de pessoas que foram testadas. 

Como você pode se proteger de ficar doente?

  • Antes de tudo, lave as mãos.
    Aqui está a maneira correta de fazê-lo: Use água e sabão, ensaboando e esfregando a totalidade das duas mãos (inclusive debaixo das unhas) por pelo menos 20 segundos. Seque as mãos de preferência com papel-toalha, estudos mostram que as mãos molhadas transferem os germes mais facilmente. A lavagem das mãos é especialmente importante antes de comer, depois de usar o banheiro e depois de assoar o nariz, espirrar ou tossir. 
    Quando a água corrente não estiver disponível ou use desinfetante para as mãos à base de álcool. O método de água e sabão é preferível porque remove certos tipos de germes com mais eficiência do que o desinfetante, principalmente quando as mãos estão oleosas ou sujas. a maneira correta de fazê-lo: Use água e sabão, ensaboando e esfregando a totalidade das duas mãos (inclusive debaixo das unhas) por pelo menos 20 segundos. Seque as mãos de preferência com papel-toalha, estudos mostram que as mãos molhadas transferem os germes mais facilmente. A lavagem das mãos é especialmente importante antes de comer, depois de usar o banheiro e depois de assoar o nariz, espirrar ou tossir. 
  • Evite tocar seu rosto (especificamente seus olhos, boca e nariz).
  • Desinfecte seu telefone sempre que lavar as mãos; umedeça um pano de microfibra e adicione uma pequena quantidade de sabão comum para limpar o dispositivo e seque-o com cuidado. Observação: Os produtos químicos em toalhetes ou sprays descartáveis podem retirar os tratamentos de proteção da tela de um smartphone, dificultando a leitura.  
  • Evite apertar as mãos, a menos que você saiba que pode lavá-las ou higienizá-las imediatamente. 

Você deve usar uma máscara facial?

Pessoas saudáveis não precisam usar máscaras, de acordo com as autoridades de saúde pública, a menos que estejam cuidando de pessoas infectadas. Não há fortes evidências de que usar uma máscara em público, por precaução, torne alguém mais resistente à infecção. Além disso, muitas pessoas usam máscaras inadequadamente e acabam tocando seus rostos com mais frequência com elas.

Se alguém está – ou pode estar – infectado com coronavírus, no entanto, é recomendado o uso de uma máscara para diminuir a chance de infectar outras pessoas. Esta orientação se aplica a máscaras cirúrgicas padrão. 

O que você deve fazer se tiver sintomas de coronavírus?

As recomendações do Ministério da Saúde reforçam que hospitais devem ser buscados apenas em casos mais graves, como falta de ar. O paciente que quiser uma orientação médica particular, deve  fazer contato com seu médico antes de ir para o consultório. Informe-o se você esteve em contato próximo com alguém com coronavírus ou se você viajou recentemente para uma área onde o vírus está se espalhando, se você tem ou não sintomas. 

Existe algum tratamento para o coronavírus? 

Ainda não existe tratamento específico para o coronavírus.

Atualmente, os medicamentos antivirais estão sendo testados, mas os especialistas dizem que faltam meses para serem disponibilizados para o público em geral. Por enquanto, os pacientes que precisam de atendimento clínico recebem tratamento “de suporte” , como oxigênio suplementar.

Uma vacina experimental foi desenvolvida, com ensaios clínicos programados para começar já em abril, porém, ainda sem nenhuma confirmação de tratamento.

Quem tem maior probabilidade de ficar gravemente doente com coronavírus?

Embora os especialistas enfatizam que qualquer pessoa pode contrair o COVID-19, algumas pessoas são especialmente vulneráveis ​​ao desenvolvimento de complicações, como pneumonia. Os principais grupos de maior risco, são pessoas idosas e com problemas de saúde subjacentes, como diabetes, doenças respiratórias e outras doenças cardíacas. 

Por outro lado, muito poucos casos de coronavírus foram relatados em crianças até agora. Na China, segundo a OMS, ninguém com menos de 9 anos morreu do vírus. A crença predominante, dizem os especialistas, é que as crianças mais jovens estão provavelmente contraindo o coronavírus (e, portanto, capazes de disseminá-lo), mas raramente ficam gravemente doentes como resultado. Neste ponto, não está claro por que eles parecem ser menos vulneráveis.  

As mulheres grávidas devem estar particularmente preocupadas com o COVID-19?

Durante a gravidez, o sistema imunológico, os pulmões e o coração sofrem alterações. Como resultado, as mulheres grávidas são especialmente vulneráveis ​​a ficar gravemente doentes devido a infecções respiratórias.

O Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas diz que ainda não há informações suficientes sobre o coronavírus para emitir orientações específicas para mulheres grávidas.

Por enquanto, a recomendação é que as mulheres grávidas tomem medidas preventivas padrão para evitar infecções, como lavar as mãos com frequência e evitar pessoas doentes. Se você estiver grávida e tiver sintomas respiratórios, ou achar que foi exposto ao vírus (com ou sem sintomas), entre em contato com o seu médico.

Atente-se: O Fácil Consulta não fornece aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico. Todas as informações medicamente relacionadas são provenientes de profissionais e organizações independentes de saúde e são apenas para fins informativos. Discuta todas as questões e preocupações médicas com seu médico.

Você Também Pode Gostar

2 Comentários

  • Responder CLEUNICE DA SILVA AZEREDO março 31, 2020 at 10:24 pm

    Foi mordido por um morcego o que devo fazer já estou tomando amoxilina já me aplicaram 2 vacina e falta mais 4 o soro estamos no aguardo preciso de sua orientação
    Espero sua ajuda.
    Tenho doenças crônicas das articulações e transtorno de ansiedade.

    • Responder Fácil Consulta abril 5, 2020 at 3:27 pm

      Olá Cleunice! Espero que esteja bem! Você deve realizar uma consulta com um especialista, se automedicar não é o indicado! Busque uma Orientação Médica.

    Deixe uma Resposta