);
Cuidados com a Saúde, Doenças comuns

Como a obesidade infantil pode ocasionar problemas na vida adulta?

obesidade infantil

A obesidade infantil é considerada uma doença pela Organização Mundial de Saúde (OMS) devido ao grande acúmulo de gordura no organismo, que influencia em diversas outras patologias. O índice usado para chegar ao diagnóstico é o IMC, que faz o cálculo considerando altura e peso.

De acordo com um estudo levantado pelo Imperial College London, com a Organização, a quantidade de crianças obesas aumentou dez vezes nos últimos 40 anos.

Além disso, chegaram à conclusão de que, se a sociedade não começar a implementar mais hábitos saudáveis, a tendência é a de que até 2022 existam mais jovens com obesidade do que com desnutrição.

Entre as principais causas para essa condição estão a genética, a alimentação inadequada e o sedentarismo. A cultura, que reforça ser saudável uma criança gordinha, colabora ainda mais para o crescimento do problema.

Acompanhe o artigo e saiba como a obesidade infantil pode afetar o futuro do seu filho!

Diabetes

Alguém, que desde os primeiros anos de vida, apresente o índice IMC alto pode ter predisposição a desenvolver o diabetes do tipo 2 na fase adulta. Essa é uma condição em que o organismo tem dificuldade de metabolizar glicose, substância presente nos alimentos e que dá energia ao corpo.

Além de ele causar alguns sintomas preocupantes, como visão embaçada, a pessoa precisa controlar a glicemia constantemente, já que o descuido pode levar à morte.

Problema cardíaco

O excesso de gordura no organismo pode prejudicar o bom funcionamento do coração, ocasionando diversas doenças no órgão, como o infarto — condição na qual as artérias que levam sangue e oxigênio ficam bloqueadas com placas de gordura.

Além disso, esse problema é, muitas vezes, assintomático. Ou seja, o indivíduo não apresenta nenhum sintoma antecedente.

Disfunção da tireoide

A obesidade infantil também pode levar à disfunção de glândulas do corpo, como a da tireoide. No caso da hipotireoide, o funcionamento é mais lento, então, todo o organismo também trabalha em um ritmo menor, como o coração e o intestino.

O crescimento da criança também pode ficar prejudicado, além de colaborar para um maior ganho de peso. Já o adulto com hipotireoidismo pode ter outros problemas de saúde, como a depressão e a infertilidade.

Colesterol alto

O colesterol LDL, conhecido como mal colesterol, é outra condição causada pelo acúmulo de gordura no organismo, que fica alojada nas artérias e coronárias. Isso pode elevar à formação de placas aterosclerose, as quais prejudicam o fluxo sanguíneo para os órgãos e aumentam as chances de AVC, infarto, entre outros.

Saúde mental

O excesso de peso ainda na infância tende a prejudicar a autoestima, predispondo a ansiedade e o estresse. Além do mais, crianças obesas costumam ser alvo de bullying na escola, o que pode torná-las adultos inseguros, com problema de relacionamento e depressão — uma das doenças mais incapacitantes, podendo levar o indivíduo ao suicídio.

Como vimos, a obesidade infantil deve ser um fator preocupante em todas as casas, sendo importante haver um cuidado com a saúde desde cedo. Consultas médicas são essenciais para que as famílias saibam como agir em cada caso, prevenindo riscos maiores no futuro.

Gostou do artigo? Curta a nossa página no Facebook e fique atualizado com outras informações importantes sobre o bem-estar!

You Might Also Like

1 Comment

  • Responder 4 Principais Doenças Infantis e Como Preveni-las! - Blog Fácil ConsultaBlog Fácil Consulta julho 9, 2019 at 7:55 pm

    […] alimentação equilibrada e saudável, o que aumentará o sistema […]

  • Leave a Reply