Cuidados com a Saúde, Doenças comuns, Saúde e bem estar

Conheça os Sintomas de Rinite Alérgica e Qual Médico Procurar

Rinite Alérgica

Coceira no nariz, olhos irritados, espirros constantes, quase um desespero e não é uma gripe. Acertou se você disse que esses são sintomas de rinite alérgica! A Organização Mundial da Saúde, OMS, a classifica como uma doença respiratória crônica, sendo, ainda, a de maior prevalência, chegando a atingir cerca de 25% da população.

Tal condição varia de intensidade na sua manifestação, podendo, em alguns casos, afetar a qualidade de vida da pessoa, prejudicando o desempenho no trabalho, na escola e o convívio social, não devendo, dessa forma, ser negligenciada.

Acompanhe a leitura e saiba mais sobre seus sintomas, motivos, como evitar e qual médico procurar!

O que é a rinite

Diferente da gripe, que um vírus ataca o organismo que esteja com seu sistema imunológico baixo, a rinite é uma super produção de anticorpos, para combater alguma substância alérgica, chamada de alérgeno.  Assim, cada vez em que o organismo entra em contato com um elemento ao qual ele seja sensível, a defesa exagerada começa a entrar em ação.

Por não ser causada por um vírus, a rinite não se torna contagiosa. Entretanto, seus sintomas podem ser tão desagradáveis quanto, impedindo a pessoa de realizar suas atividades diárias.

Sintomas de rinite alérgica

Assim, como a rinite provoca uma reação imunológica às substâncias inaladas, o nariz, por ser o responsável de filtrar as impurezas do ar, antes de levá-lo aos pulmões, acaba sendo bastante atacado. Porém, quando a sensibilidade é grande, outros órgãos, como os olhos, podem ser afetados. Os sinais mais comuns são:

Fácil ConsultaPowered by Rock Convert
  • coceira no nariz, coriza, espirros;
  • irritação nos olhos, como vermelhidão, coceira, lacrimejamento e inchaço;
  • irritação na garganta, podendo chegar a faringite ou laringite;
  • tosse;
  • dor de cabeça;
  • irritabilidade e cansaço;
  • coceira no corpo;
  • sinusite.

Como evitá-la

Existem diversas substâncias que provocam tais reações alérgicas nas pessoas. Para evitar que a rinite ataque, deve-se primeiro, descobrir o que a está causando. Todavia, é comum que o motivo seja devido à presença de ácaros, que são micro-organismos invisíveis e se instalam em diversos lugares, como casas com poeira, carpetes, ar-condicionado, cobertores de lã etc.

Se essa for a causa, algumas práticas como manter o ambiente sempre limpo e arejado, trocar a roupa de cama com frequência, optar por edredom no lugar de um cobertor com pelos e fazer a constante limpeza do filtro do aparelho de ar dão uma boa amenizada. Épocas de clima mais úmido podem piorar a situação por facilitar a proliferação das substâncias.

A primavera também pode ocasionar alguns sintomas se o alérgeno da pessoa for o pólen. Nessa época ele é transportado pelo ar, acumulando-se em maior quantidade. No Brasil, esse fato é mais comum na região Sul e, por ser sazonal, é mais difícil de evitar.

O tratamento será de acordo com o tipo de rinite que a pessoa tem. Geralmente, o especialista, que pode ser um otorrinolaringologista ou um alergista, solicita alguns exames. O de sangue chega a medir o nível de Imunoglobulina E, IgE, anticorpo, que o organismo produz para o combate. Quanto mais alto, mais sensível a pessoa é e mais forte será a manifestação.

Agora que você já sabe os sintomas de rinite alérgica e algumas formas de combater a doença, faça um acompanhamento mais apurado com um médico de confiança, a fim de não prejudicar sua qualidade de vida.

Aproveite e continue por dentro de outros tipos de alergias que podem nos atacar!

Você Também Pode Gostar

Nenhum Comentário

Deixe uma Resposta