Coronavírus: o que você precisa saber sobre ele?

fevereiro 11, 2020
coronavírus

Novo Coronavírus já infectou mais de 40 mil pessoas no mundo, por isso é importante informar-se melhor

Um novo vírus está assombrando o mundo todo desde o início de 2020: o coronavírus. Mas, afinal, do que se trata essa nova epidemia? Até agora já foram mais de 900 mortes graças ao vírus, embora nenhum caso tenha sido registrado na América do Sul.

Quais são os riscos do coronavírus? Como se proteger? Essas informações, além da situação do coronavírus no Brasil, são tratadas ao longo deste artigo, onde você entenderá melhor sobre o tema!

O que é o coronavírus?

Primeiramente, deve-se entender que o coronavírus é na verdade pertencente à família de vírus responsáveis por infecções respiratórias. Esse tipo de vírus foi identificado pela primeira vez na década de 60 e é semelhante a um resfriado, por isso é tão comum.

Investiga-se que a causa desse novo coronavírus que está causando pânico no mundo pode ter relação com serpentes e morcegos em sua origem. Contudo, ainda não se sabe exatamente como as suas mutações ocorreram. O que se sabe é que a transmissão inicial foi de um animal para um humano.

Esse atual agente do coronavírus foi classificado de nCoV-2019. A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou ele como uma emergência em todo mundo, especialmente na Ásia, onde está a maioria dos casos.

Como é transmitido?

Quanto à transmissão, ela ocorre principalmente por contato de uma pessoa contaminada com outra. Isso pode ocorrer pelo catarro, saliva, tosse ou até mesmo um aperto de mão. Compartilhar objetos contaminados também pode ser um risco.

Sintomas do coronavírus

O que mais causa temor na população é sobre os sintomas, pois eles realmente se assemelham a uma gripe normal. Contudo, é importante estar atento ao fato de que esse vírus pode permanecer incubado por semanas até manifestar sintomas.

De forma geral, é comum que ele cause febre e tosse nos pacientes. Há também uma dificuldade maior para respirar, visto que ele ataca o sistema respiratório.

Apesar disso, os órgãos de saúde mundiais destacam que não se deve confundir o coronavírus com um resfriado normal. Ele muitas vezes se assemelha a uma pneumonia, inclusive, o que pode aumentar o pânico mundo afora.

Coronavírus no Brasil

Felizmente o coronavírus no Brasil não é uma realidade, já que nenhum caso foi diagnosticado no país. Recentemente, o governo brasileiro repatriou brasileiros que estavam na China em quarentena, mas nenhum deles apresenta sintomas da doença.

Até o início desta semana o Brasil contava com 11 casos suspeitos sob monitoramento. Mas a boa notícia é de que nenhum deles se confirmou e 28 já foram descartados. 

Segundo o Ministério da Saúde, desde que o coronavírus teve o seu primeiro anúncio ele vem sendo acompanhado pelas autoridades. O governo já adotou medidas para se preparar no caso de haver necessidade de atender pacientes que sejam infectados.

Além disso, as fronteiras do país também redobraram sua atenção, principalmente nos aeroportos. Contudo, o governo segue salientando que não há motivação para preocupação no território nacional.

Como se prevenir do coronavírus?

Essa é uma das perguntas que mais sendo feita atualmente. Apesar de o risco do coronavírus no Brasil ser baixo, muitas pessoas desejam saber como se prevenir. Quem irá viajar para o exterior, por exemplo, também está em busca de recomendações.

Portanto, algumas medidas estão sendo indicadas, como manter a higiene pessoal e lavar as mãos com mais frequência. Isso é ideal principalmente após estar em um espaço com muitas pessoas.

Já em lugares públicos, não há necessidade de utilizar máscaras faciais, especialmente no Brasil. Na verdade, essas máscaras devem ser utilizadas por quem já está infectado ou casos de pessoas com a imunidade baixa. Do contrário não há eficácia comprovada.

É claro que as viagens para a China também não são ideais nesse momento. Se não houver outra forma de cancelar a viagem, então deve-se tomar alguns cuidados:

  • Evitar aglomeramentos e espaços fechados;
  • Optar por alimentos cozidos;
  • Não compartilhar talheres e copos;
  • Não passar a mão nos olhos, nariz e boca antes de lavar.

Conforme você pode perceber acima, as prevenções são as mesmas no caso de qualquer resfriado. Portanto, não há muito o que fazer, exceto evitar lugares fechados com pessoas tossindo ou espirrando e manter a higiene.

O coronavírus tem cura?

Não existe ainda uma cura exata para o coronavírus. O que acontece é que os pacientes diagnosticados são isolados para evitar a contaminação e se procura dar o melhor tratamento a eles.

Entretanto, assim como nos casos de pneumonia, é claro que alguns grupos são mais predispostos à mortalidade nesse caso. Nele estão pessoas com doenças pulmonares, cardíacas, diabetes ou em tratamento de câncer.

De qualquer forma, muitas pessoas já foram tratadas e pelo menos 3.283 se recuperaram com sucesso. Apenas um dos casos de morte não foi na China, tendo ocorrido nas Filipinas. Porém, analisando os dados, são menos de 1.000 mortes até o momento para mais de 40.000 casos confirmados.

Fique atento à saúde!

Pessoas de qualquer idade podem apresentar sintomas como febre, tosse ou catarro. E, normalmente, isso está mesmo relacionado a um resfriado, mas não necessariamente ao coronavírus!

Nesses casos é importante buscar atendimento médico quando os sintomas persistem, mas não se apavore! Você pode consultar um médico geral, por exemplo, apenas para avaliar seu estado de saúde. Já quanto ao coronavírus, não se preocupe: os riscos são baixos!

Você Também Pode Gostar

4 Comentários

  • Responder Clair fevereiro 18, 2020 at 2:50 am

    Obrigada pelas informações, foram mto úteis.

  • Responder Tânia Maria Jardim de Oliveira fevereiro 19, 2020 at 4:37 pm

    Adorei a matéria,muito esclarecedora,mais um ponto positivo pro site do Fácil Consulta.Parabens!!!

  • Deixe uma Resposta