);
Cuidados com a Saúde, Doenças comuns

Entenda o que é ceratocone e como tratar

ceratocone

A ceratocone é uma doença degenerativa que causa alterações na córnea, modificando o seu formato esférico para o de um cone. Ao contrário de muitas doenças oftalmológicas, a ceratocone aparece durante a adolescência, atingindo jovens antes mesmo da vida adulta.

Os avanços na medicina nos últimos anos, entretanto, permitem que pessoas que sofrem com essa doença tenham maiores opções de tratamento, tornando cada vez menor o número dos que precisam realizar transplante de córnea.

Entenda a seguir um pouco mais sobre a ceratocone e quais as formas de tratá-la. Boa leitura!

O que é ceratocone

Também chamada de queratocone, a ceratocone é uma doença degenerativa e não-inflamatória que acomete homens e mulheres. As alterações que ocorrem na córnea deixam sua estrutura mais fina, modificando sua curvatura. Isso resulta em uma forma cônica.

A região central dos olhos fica enfraquecida, diminuindo a acuidade visual. Essas alterações podem induzir miopia e astigmatismo (tipos de erros refrativos) no indivíduo. Na maioria dos casos, acomete os dois olhos.

Grau 1

Esse é o primeiro grau de ceratocone. A visão nessa fase ainda está conservada, apresentando pequenos erros refrativos (miopia e astigmatismo).

Grau 2

Na fase 2 o indivíduo refere diminuição da acuidade visual, precisando de óculos ou lentes de contato para corrigir os erros refrativos.

Grau 3

Esse é um dos estágios avançados da doença. Aqui, a visão é bastante afetada, mesmo com correção óptica. Nesse grau, a cirurgia é, às vezes, inevitável.

Grau 4

Estágio mais avançado de ceratocone, marcado pela ocorrência de possíveis leucomas (córnea opaca) e edemas. A única forma de tratamento nessa fase é o transplante de córneas.

Principais sintomas

Aparecendo no início da adolescência, os sintomas da ceratocone são semelhantes aos de outros problemas oftalmológicos. Entretanto, a visão piora rapidamente, tornando a troca de óculos e lentes constante.

Durante a consulta, o oftalmologista investiga o histórico e realiza exames avaliando o formato da córnea. O diagnóstico geralmente é feito com auxílio de aparelho que avalia o seu grau de curvatura. Os sintomas da doença podem incluir:

  • coceira nos olhos;
  • visão embaçada;
  • visão dupla;
  • dores de cabeça;
  • hipersensibilidade à luz.

Como tratar a ceratocone

Como vimos anteriormente, a ceratocone não tem cura. No entanto, as opções de tratamento são muito eficazes, variando de acordo com o estágio da doença e a situação do indivíduo.

Correção óptica

Nas fases iniciais é possível corrigir o problema com óculos e lentes de contatos. Em muitos pacientes, essa medida melhora as irregularidades oferecendo uma visão satisfatória. Ainda assim, com o avanço da doença, muitas vezes essa medida não se mantém eficaz.

Implante de Anel de Farrara

O anel intracorneano, conhecido como Anel de Farrara, é implantado no interior do tecido da córnea, por meio de uma cirurgia pouco invasiva e com baixo índice de rejeição. É uma alternativa para quem não se adapta a lentes e tampouco obtém bons resultados com o uso de óculos. É uma opção para pacientes em estágio avançado.

Crosslinking

Ainda recente, o tratamento aumentou muito as opções para quem sofre com ceratocone, especialmente em casos avançados. Trata-se de um procedimento em que o oftalmologista goteja riboflavina no globo ocular, estimulando-o em seguida com luz ultravioleta, com o objetivo de aumentar e fortalecer as ligações entre células corneanas. Esse procedimento diminui consideravelmente as chances da doença progredir, melhorando a qualidade da visão.

Transplante de córnea

Solução em último caso, o transplante só é recomendado para quem não tem outro recurso terapêutico. Dos transplantes de córneas realizados no mundo, 70% são feitos por efeitos dessa enfermidade.

Você pôde obter mais informações sobre a ceratocone, doença não muito conhecida, mas que atinge um grande número de pessoas no mundo. A detecção precoce é a melhor maneira de evitar agravamento, por isso, esteja em dia com a sua saúde ocular. Marcar uma consulta é mais fácil do que você imagina!

Achou esse artigo útil? Então assine nossa newsletter e receba em primeira mão conteúdos como este!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply