);
Cuidados com a Saúde, Saúde e bem estar

Quais os riscos do ar-condicionado em excesso?

ar condicionado

Em um dia quente, não há nada melhor do que ficar em um local com ar-condicionado, não é mesmo? Sentir uma refrescante sensação fora da sufocante exposição ao sol e confortavelmente acomodados em um ambiente refrigerado. Entretanto, temos que ter cuidado, pois ele não traz apenas benefícios: você sabe quais são os riscos do ar condicionado?

A compra desses aparelhos cresceu exponencialmente nos últimos anos. O aumento na temperatura e as facilidades de compra influenciam nesse sucesso comercial. As doenças respiratórias, no entanto, também ficaram mais frequentes; além de piorarem com o frio, elas também podem ser afetadas pelo uso do ar-condicionado.

Por isso, preparamos este post para mostrar o seu uso correto e quais os riscos do ar-condicionado quando utilizado indevidamente. Continue a leitura.

Porque o ar-condicionado em excesso é um problema?

Diferentemente do que se pensa a vilã do aparelho não é a baixa temperatura: ares quentes e frios podem trazer os mesmos malefícios se não tomarmos os devidos cuidados. O causador de problemas do ar-condicionado é o ressecamento do ar provocado por ele. Nosso sistema respiratório conta com uma fina camada de muco, que contém um líquido lubrificante e anticorpos. Quando o ar que respiramos é excessivamente seco, os componentes dessa camada podem se desintegrar, abalando negativamente o sistema imunológico.

Além disso, o ar-condicionado contém um filtro cujo propósito é reter partículas danosas do ambiente. Quando esse filtro está defeituoso, ou quando a manutenção é inadequada, essas partículas podem se soltar e serem inaladas. Além de irritar nossa mucosa respiratória, elas podem carregar bactérias e predispor a infecções.

Quais os distúrbios que  podem ser causados?

O principal problema do ressecamento do muco é a inibição de nosso primeiro sistema defensivo: essa camada é o meio de contato inicial entre nosso corpo e uma série de micro-organismos. Dessa maneira, quando ela é enfraquecida ficamos mais predispostos a infecções, como pneumonias e amigdalites.

Além disso, a irritação do epitélio respiratório pode gerar um distúrbio imunológico, fazendo o organismo identificar que há algo errado. Isso pode ser o gatilho para crises em doenças autoimunes, como a asma e a rinite alérgica. Pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) também estão expostos a risco nesses ambientes.

Como manter-se seguro?

O ideal para manter sua saúde em segurança é não se expor durante longos períodos de tempo em ambientes refrigerados. Se for inevitável, no entanto, você pode combater o ressecamento do ar com algumas maneiras simples e eficazes: colocar uma bacia com água no cômodo ou investir em umidificadores de ar, por exemplo.

Os riscos do ar-condicionado relacionados ao filtro podem ser evitados com uma manutenção frequente e rigorosa. É recomendado que esse componente do aparelho fosse limpo ou trocado pelo menos uma vez no ano. Com isso, você evita que partículas indesejáveis sejam lançadas no ambiente e se mantém protegido.

Como todo equipamento, é preciso atenção quanto aos riscos do ar-condicionado. Seguindo as medidas de prevenção, você se mantém em segurança sem ter que voltar para o ventilador. O conhecimento é o melhor aliado para se viver uma vida saudável.

Agora que você sabe mais dos riscos do ar-condicionado, que tal aprofundar o seu conhecimento? Entenda a importância da consulta com um alergista!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply